EnglishFrenchGermanItalianPortugueseSpanish
EnglishFrenchGermanItalianPortugueseSpanish

Licenciado em Ciências Farmacêuticas no período prévio ao processo de Bolonha. Doutorou-se em Química Medicinal e voltou aos estudos pré-graduados com a obtenção da formação completa em Medicina. Especializou-se em Psiquiatria. Trabalhou como Farmacêutico, Professor Universitário, Investigador e Médico, sendo esta última a sua profissão atual. Lecionou em áreas como Química , Farmacologia, Fisiopatologia e Farmacoterapia. Exerce nas áreas de Psiquiatria Geral, Psiquiatria das Adições e em Neuropsiquiatria.

Artigos deste autor:

Comportamento
César Portela

Preciso de ti

Não conseguem fazer nada sozinhos, não conseguem decidir nada sozinhos, não conseguem estar sozinhos. São passivos, cabisbaixos e evitam toda e qualquer responsabilidade. Nem sabem

Ler Artigo »
Comportamento
César Portela

Medo de tudo

Sofre-se por se querer o contacto social sem se conseguir entregar a isso. Há medo sob a forma de ansiedade, na socialização, no contato, que

Ler Artigo »
Comportamento
César Portela

O Vazio e o abandono

É um dos padrões mais destrutivos que se pode ter, este que envolve ter-se uma Perturbação de Personalidade Borderline. Há uma instabilidade emocional de reações

Ler Artigo »
Comportamento
César Portela

Ai o drama

“Olhem para mim, que vou desmaiar” é uma boa frase para descrever. Cai-se devagar para o chão, pousando antes as mãos, pois a segurança é

Ler Artigo »
Comportamento
César Portela

A manipulação da sanidade

Os psicopatas atraem a atenção de todos, mas o conceito é mal interpretado. Não é a mesma coisa que um assassino em massa, com ou

Ler Artigo »
Comportamento
César Portela

Nem sempre são excentricidades

Poderiam ser vistos como singulares, e alguns com mais possibilidades financeiras terão sido interpretados assim. Há uma dificuldade nas relações interpessoais, não por falta de

Ler Artigo »
Comportamento
César Portela

Teorias da Conspiração

O termo paranoia é um daqueles cujo significado fugiu à sua origem. Não totalmente, porque ainda significa “mente ao lado”, mas de uma forma muito

Ler Artigo »
Comportamento
César Portela

Solitário mas não só

Eremita é uma palavra que já não se usa muito. Alguma banda desenhada antiga ainda referia aquele indivíduo que vivia numa caverna, ou no alto

Ler Artigo »
Comportamento
César Portela

Os tipos de personalidade pública

Carl Jung falou num inconsciente coletivo. Não se referia, ao que muitos julgam, a uma ligação telepática partilhada por todos os humanos. O conceito refere-se

Ler Artigo »
Comportamento
César Portela

Uma descontinuidade na História

John Locke, filósofo e médico inglês, disse que éramos definidos pelo conhecimento da nossa continuidade. O individuo reconhece-se como tal por identificar o seu percurso

Ler Artigo »
Comportamento
César Portela

Atenção ao que interessa

A Perturbação de Hiperatividade e Défice de Atenção é uma situação que, apesar de descrita há muitos anos, ainda se mantém com controvérsia. Discute-se se

Ler Artigo »
Comportamento
César Portela

Valor Social

Imagine-se um jovem que não obedece ao que os pais e professores lhe dizem. Há muitos anos era difícil imaginar, hoje não é. Podemos referir

Ler Artigo »
Comportamento
César Portela

Vinculações e separações

Gritam, choram, esperneiam, e deixam o coração dos pais partido. Não se querem afastar dos progenitores. Não deixará de haver aqui um amor, e não

Ler Artigo »
Comportamento
César Portela

Desfaçatez sobre uma memória

Não é concebível falar-se em coragem ou ausência dela para discutir o suicídio. Não é aceitável essa falta de respeito. Por muito que se debata,

Ler Artigo »
Comportamento
César Portela

Eterna Criança

Nisto do quociente de inteligência, uma pontuação abaixo de um determinado valor reduzia um indivíduo a um diagnóstico. Já foi pior, quando se baseava apenas

Ler Artigo »
Comportamento
César Portela

Um mundo que não compreendemos

Vivem num mundo deles, com as barreiras que nos são inultrapassáveis pelo nosso desconhecimento de como o fazer. Não se consegue percebê-los, e não se

Ler Artigo »
Comportamento
César Portela

A flagelação do próprio

Imagine-se ver alguém a realizar cortes, escoriações, queimaduras e outros comportamentos lesivos para si, mas sem intenção de morrer. Parece difícil de acreditar e só

Ler Artigo »
Comportamento
César Portela

Filias que fazem mal

É aquilo que ultrapassa toda e qualquer capacidade imediata de controlo. Há uma urgência, seguida de um sofrimento. Não se fala aqui de excentricidades romanceadas

Ler Artigo »

LOGIN

REGISTAR

[wpuf_profile type="registration" id="5754"]