Revista Herança recebe indexação SCOPUS

Revista Herança recebe indexação SCOPUS

A Ponte Editora, empresa proprietária de um grupo de publicações científicas da lusofonia, sediada na Startup Madeira, no Campus da Penteada, obteve mais um reconhecimento internacional: a indexação Scopus: an eye on global research pela Herança – Revista de História, Património e Cultura, propriedade deste grupo editorial.

Em comunicado, o organização destaca que, “trata-se de um importante reconhecimento internacional,  inédito na Região Autónoma da Madeira, demonstrativo da qualidade da publicação e que coloca a Região no mapa, ao nível da produção do conhecimento científico internacional”, referem os elementos da coordenação Luís Sardinha e Fabiana Félix. “Este é um trabalho de toda equipa de editores, coordenação, autores, membros do conselho científico e revisores, que contribuíram voluntariamente para a divulgação das melhores práticas de investigação no panorama científico nacional, na lusofonia e no mundo”, destacam ainda.

A base de dados SCOPUS é a maior indexadora de conteúdo científico mundial. A principal vantagem das editoras científicas estarem associadas à Scopus é o ganho de maior visibilidade internacional. Para ser considerada pela Scopus as publicações têm de cumprir vários critérios, nomeadamente pelo menos 2 anos de publicação ininterruptas e um conselho científico e editorial de reconhecido mérito internacional.

Sobre a Revista Herança

A Herança – Revista de História, Património e Cultura é uma revista semestral dedicada à pluralidade de temas que envolvem a História, o Património e a Cultura. A equipa de direção editorial é composta por Isabel Lousada, editora chefe e Ana Raquel Machado, editora adjunta. Esta revista científica abrange várias vertentes do conhecimento, com especial relevo para a História, Arqueologia, Arquitetura, História da Arte, Teoria da Arte, Museologia e Museografia, Estudos Curatoriais, Inventário e salvaguarda do Património, Ciências do Património, Conservação e Restauro, Gestão e Estudos da Cultura e Turismo Cultural. Com o objetivo de divulgar estudos apoiados em perspetivas alargadas e pluridisciplinares, que se destaquem pela sua qualidade e originalidade, os artigos científicos são publicados em português ou inglês, destinando-se a investigadores e profissionais da área das Ciências Sociais e Humanas em Portugal, na CPLP e na diáspora de língua portuguesa.

A Herança encontra-se indexada em cerca de duas dezenas de plataformas científicas, nomeadamente a Scopus; DOAJ Directory of Open Access Journal; Crossref; Directory of Reserach Journals Indexing; Google Scholar; Latindex – Sistema Regional de Información en Línea para Revistas Científicas de América Latina, el Caribe, España y Portugal; Journal TOCs; MIAR – Matriz de Información para el Análisis de Revistas; REDIB – Red Iberoamericana de Innovación y Conocimiento Científico; OCLC WorldCat; Scilit; URBiS Library Network; NOVA University Lisbon; Imperial College London; Sharp Romeo, entre outras.

Ponte Editora reconhecida pela Agência Nacional de Inovação

De referir que a Ponte Editora, que celebrou neste ano o seu quinto aniversário de início de atividade, obteve também  o reconhecimento da Agência Nacional de Inovação (ANI), destacando a Ponte Editora “como empresa do setor da tecnologia que desenvolve atividades de Investigação & Desenvolvimento internamente ou em colaboração externa, com vista à criação de novos ou melhores produtos ou serviços e processo”, referem António Moura dos Santos e Filomena de Matos Egreja, administradores da ANI, em comunicado assinado.

Sobre a Ponte Editora

O grupo editorial coordenado por Luís Sardinha e Fabiana Félix, reúne cinco revistas e um jornal, tendo os editores-chefes: Áurea de Sousa (e3 – Revista de Economia, Empresas e Empreendedores na CPLP); Cristiane Reis (J2 – Revista Jurídica); Diego Vieira Gomes (JIM – Jornal de Investigação Médica); Isabel Lousada (Herança – Revista de História, Património e Cultura); Maria José Gonçalves e Manuel Moreira da Silva (RTIC – Revista de Tecnologias, Informação e Comunicação) e Diogo Goes (A Pátria – Jornal da Comunidade Científica de Língua Portuguesa).

A Ponte Editora identifica na sua visão, o objetivo de “formar uma pátria de Língua Portuguesa tendo por base a ciência” agregando povos e “estabelecendo a ponte entre culturas” a fim de “responder aos desafios da sociedade contemporânea”. Na sua missão está “a produção e difusão de investigação técnica e científica em língua portuguesa” e “contribuir para o conhecimento e o desenvolvimento tecnológico” nomeadamente através da “edição e distribuição digital de revistas, jornais e livros, entre outras publicações técnicas e científicas”.

Descarregar artigo em PDF:

Print Friendly, PDF & Email

TAGS

Deixe o seu comentário

LOGIN

REGISTAR